Blog

Tendências e novidades sobre tecnologia e negócios

20/05/2020 | 4 min de leitura

AMcom

Conectamos pessoas à tecnologia para transformar vidas.

3 perguntas para revolucionar o seu negócio na crise

Passei o último final de semana navegando na internet à procura de óticas onde pudesse comprar um novo par de óculos de grau. Uma semana antes de começar a quarentena, recebi a recomendação do oftalmologista para uma compra que, naquela época, eu acreditava que conseguiria fazer na semana seguinte. O que não ocorreu…

A maioria dos sites que visitei (possivelmente mais de 20) não ofereciam um serviço completo de compra de óculos (armação mais lentes). Outros, possuíam um layout desagradável, que me inspirava desconfiança. Devo ter passado uns dois dias buscando um site onde pudesse realizar a compra até conseguir.

Quando a internet chegou ao Brasil, no início desse século, muitas empresas começaram a se reinventar, investindo em tecnologia para crescer a sua base de clientes e diminuir seus custos. Entretanto, duas décadas depois, consumidores como eu, ainda têm dificuldade para comprar aquilo que desejam a partir do conforto das suas casas. Isso porque a maioria das empresas ainda não fez o investimento em tecnologia que deveria ter começado a fazer 20 anos atrás.

O que me leva a fazer a seguinte pergunta para os gestores dessas empresas:

Você acha que as pessoas que nasceram a partir de 2010 vão adquirir produtos e serviços da mesma forma que as pessoas que nasceram no século passado?

Arrisco dizer, evidentemente, que não.

Esse distanciamento social temporário pelo qual estamos passando, parece que veio para acelerar a mudança na maneira como fazemos negócios, de uma vez por todas. Afinal, se alguém ainda acredita que é possível fazer negócios apenas pelas redes sociais ou por um site praticamente inacabado, está completamente enganado.

A tecnologia irá substituir grande parte dos atuais postos de trabalho por processos automatizados, fazendo com que o ser humano desempenhe cada vez menos tarefas repetitivas. Hoje já vemos isso acontecendo, quando por exemplo, não é mais necessário ter uma central de táxi para você pedir uma corrida, um telefone no restaurante para você pedir o seu lanche ou mesmo salas de aula para as crianças estudarem.

Então quero provocá-los a repensar como o seu negócio pode tirar proveito de um ambiente de incertezas, como o atual, para sair ainda melhor desse momento. Para tanto, quero sugerir que você se faça três perguntas que podem revolucionar o seu negócio nessa crise:

1. O que eu posso automatizar?

O economista italiano do século XIX, Vilfredo Pareto, desenvolveu um princípio onde afirma que, para muitos eventos, aproximadamente 80% dos efeitos vêm de 20% das causas. Pareto definiu uma regra prática, que tem diversos exemplos. Hoje o mais utilizado no mundo dos negócios, determina que: 80% das vendas de uma empresa vêm de 20% dos seus clientes ou de 20% dos seus esforços.

No seu dia-a-dia de trabalho, você deve perceber que uma grande parte do tempo é investido em tarefas repetitivas. Tarefas estas, que na maior parte das vezes não geram um retorno financeiro para a empresa, não é mesmo? Logo, o que você pode automatizar no seu dia a dia?

Responder essa pergunta é fundamental para que o seu negócio passe a concentrar os seus esforços em apenas 20% das suas atividades, automatizando todo o resto através da tecnologia.

2. Onde eu posso economizar?

Lucro é a diferença entre receitas e despesas, e se em tempos de distanciamento social é mais complicado ainda, ampliar a receita da sua empresa. Que tal então, reduzir as suas despesas?

Já que as receitas não estão aumentando, diminuir as despesas, consequentemente aumentará o lucro e deixará a empresa mais saudável financeiramente para quando o mercado voltar ao normal.

Existem milhares de serviços e produtos que as empresas consomem mais por convenção do que por necessidade. Milhões de pessoas ao redor do mundo atualmente, trabalham a partir de suas casas, reduzindo gastos com linhas telefônicas, ou ainda substituindo-os por chamadas de vídeo ou ligações online gratuitas, por exemplo.

Se você olhar para o relatório de contas a pagar da sua empresa, certamente observará gastos que não são mais necessários para o seu negócio e que poderiam ser facilmente eliminados do seu relatório para sempre. Além disso, existe uma boa chance de encontrar também gastos desnecessários com máquinas e equipamentos que podem ser diminuídos ou eliminados, através da implantação de sistemas de monitoramento de desempenho, por exemplo.

O importante aqui, é se questionar ao máximo, chamar o time e aproveitar o momento atual do mundo para se fazer perguntas difíceis, analisar e reduzir custos, sempre de forma inteligente.

3. Como eu posso aumentar minha base de clientes?

Existem inúmeras possibilidades de crescimento atualmente, tendo em vista que nunca antes na história foi tão forte a necessidade das pessoas, de comprarem on-line. Ou seja, o que antes era uma tendência, virou uma necessidade concreta, quase básica, de todo mundo.

Assim, investir em comércio eletrônico não é mais uma dica, ou uma sugestão do comercial das empresas de tecnologia, mas sim uma obviedade. Assim como toda empresa precisa de um CNPJ, toda empresa precisará de investimentos na área de tecnologia neste “novo normal”. Sem isso, ela em breve, estará falida.

Exemplos de como fazer isso:

Recentemente, ajudamos uma grande empresa a criar um App mais moderno e com novas funcionalidades. O app permitiu a conexão entre pessoas que precisam de gás com as distribuidoras próximas, e o resultado? A empresa acabou aumentando sua base de clientes ao inserir um novo canal de vendas (App), que foi oferecido de forma inovadora. Além disso, foi percebida por trazer maior facilidade e agilidade para os clientes.

Além deste, um outro bom exemplo de revolução tecnológica é a nossa cliente do ramo de equipamentos para a agroindústria. Juntamente com a entrega de equipamentos, máquinas e fábricas, a empresa entregará para seus clientes um sistema que desenvolvemos. O sistema permitirá o monitoramento do desempenho das suas fábricas, fazendo com que a empresa entregue muito mais do que seus clientes contrataram. Dessa forma irá atrair mais clientes para si, em um ano em que economia é a palavra de ordem.

Finalmente, questione-se:

Como você pode aumentar a sua base de clientes? Onde você pode economizar? O que você pode automatizar? Nós podemos te ajudar a responder essas perguntas… Além disso, podemos te ajudar a desenhar um plano que utilize a tecnologia a seu favor para fazer acontecer neste momento tão desafiador. Entre em contato com a AMcom!

Espero que eu possa ter te ajudado a refletir um pouco mais sobre o seu negócio nesse período de distanciamento social e crise econômica. Pessoalmente, acredito que se o momento é de crise, a saída é (e sempre será) a autorreflexão! Como disse Sêneca: “Nos tornamos sábios pela adversidade.”

assinatura marcos


AMcom

Conectamos pessoas à tecnologia para transformar vidas.

Tecnologia

Deixe o seu comentário

O seu e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.

Blumenau - SC

Rua República Argentina, 2001 Ponta Aguda - CEP 89.050-173

47 3328-9400

São Paulo - SP

Av. Nações Unidas, 8501, 17º andar Pinheiros - CEP 05.425-070

11 3434-6560

[tawkto]